Vamos conversar sobre “Girlboss”

Antes de qualquer coisa preciso dizer  A TRILHA SONORA DESSA SÉRIE É MARAVILHOSA

Agora podemos começar?
Logo que eu vi a chamada da série me deu muita vontade de assistir, adoro séries que tratam sobre moda, conquista feminina e se acompanhada de um toque de loucura é para bater fundo no core minha gente.
Eu não li o livro (ainda) por isso preferi não escrever esse post como uma resenha pois ainda pretendo fazer um assim comparando o livro com a série mesmo, mas para as minhas expectativas a série superou todas completamente, elenco muito bom, TRILHA SONORA MARAVILHOSA (é, eu amei mesmo), história redondinha sabe (tem um começo, meio e de certo modo um fim), e consegui assistir toda em uma tarde só o que é extremamente perfeito para mim.

A trama conta a trajetória de Sophia Amoruso, uma jovem na casa dos vinte e poucos que se veste com um visual digno de  uma saída de discoteca, e que dirige um carro quase da mesma época, ela é instável e basicamente luta para “não virar um adulta”, louca não? NÃO! Ela crê que quando crescemos nossos sonhos morrem (compartilho desse mesmo pensamento), e por conta disso acaba frequentemente mudando de empregos. Percebemos que ela gosta e entende de moda, especificamente moda vintage claramente ao longo da história o que torna a narrativa muito atraente pois conseguimos acompanhar todos os estágios da personagem principal até descobrir seu amor e talento pelo comercio varejista online de roupas.

 

Oi meninas, eu sou um canalha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para ser completa e não deixar o telespectador entediado temos o romance entre Sophia e Shane, cheio de calor porém que enfrenta a distância já que Shane é músico e precisa estar constantemente na estrada, enquanto Sophia tenta erguer sua web loja.

Eu gostei muito da série como um todo e aconselho todos a verem, tem um pouco de tudo e é aquele série ideal para um domingo chuvoso.

Gaúcha, colorada, completamente louca por maquiagem e muito apaixonada pela vida. Prazer sou Eskarlet, uma publicitária em formação.

Fita 3 -Lado B #13reasonswhy

Olá, você já ouviu falar de Hannah Baker? Creio que sim! Ela é a garota que alguns estão se identificando, outros julgando e ainda há aqueles que estão odiando-a. Mas não precisa procurar os boatos por aí, nem se preocupar com as especulações, pois você leitor não vai ver isso nesse texto.
Pegue um lanche, sente-se confortavelmente e leia; somos 13 blogueiros ao vivo e em texto, unidos para lhe contar o que aprendemos com cada lado daquelas fitas, com cada um dos porquês que levaram Hannah a dar um fim na sua vida. Ainda está aí? Continue, pois ainda irá aprender conosco também, eu irei falar especificamente sobre Marcus Cole. Mas, antes de qualquer coisa, quero lhe perguntar : “Você já quis saber se os boatos eram verdadeiros?”
Continue lendo “Fita 3 -Lado B #13reasonswhy”

Gaúcha, colorada, completamente louca por maquiagem e muito apaixonada pela vida. Prazer sou Eskarlet, uma publicitária em formação.

As 10 melhores aberturas de séries

televisão melhores aberturas

 

Oie gurizes e gurias 😛

Não dá pra negar que eu amo séries. Assisto desde aquela comédia sitcom cheia de palmas e risadas até aquele terrorzão com efeitos cagados mas que a gente se apega do começo ao fim.

Massss vamos ao assunto de hoje: Aberturas! Muitas, muitas aberturas! Sim, porque eu amo aberturas também. Uma abertura boa é aquela que começa o episódio e não dá vontade de pular. A gente foca na abertura e não larga mais. O Netflix tem até umas bobeiras de pular o episódio direto pra parte depois da abertura. Não sei qual é que é, mas em algumas séries ele faz isso.

Vamos então pra parte que interessa, segue minha listinha compacta, não-definitiva, não-ordenada por importância, de melhores aberturas de séries.

Continue lendo “As 10 melhores aberturas de séries”

Estudante de Publicidade e trabalha com TI. É viciada em assistir séries e comer qualquer coisa a qualquer hora.